quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Em casa da Avó 13102008

Hoje, chegados a casa da avó M. para jantar e te ir buscar, presenteaste-nos com um mundo de novas gracinhas. A avó M. lembrou-se de algumas bem engraçadas e tu aprendeste num instante. Foi o tempo de uma tarde… As mais giras:

A avó dizia: Margarida, como é que se faz ginástica? E tu levantavas os bracinhos ao alto, junto à cabeça e bem esticadinhos! Depois perguntou-te: Margarida onde está a luz? E tu apontavas prontamente para o candeeiro (quer estivesse aceso ou apagado).

Pela hora do jantar, era só perguntar onde está o tio K. ou pelo Lago, que olhavas em redor, esticavas o dedinho indicador e apontavas na direcção certa.

Não chegámos a ver mas a avó M. garantiu-nos que até já sabes fazer a pitinha põe o ovo, a Margarida papa-o todo, abrindo a mãozinha e apontando com o dedinho indicador e palma da mesma.

O dizer adeus (abres e fechas a mãozinha – ou as duas – enquanto a abanas suavemente, uma ternura!) está muito mais perfeito e quase sempre o fazes quando solicitado. Apontar agora é significado de quero aquilo, o que é aquilo, olha ali… enfim, tudo o que te interesse minimamente. Mandas beijinhos (ainda sem a mãozinha à frente da boca para os “atirares” depois) como ninguém e dás uns beijos que são uma delícia só. Danças sempre que te lembras ou que ouves música, cantarolar, sons que te divirtam. Gatinhas pela casa toda atrás do Lago, a toda a velocidade, sobretudo no corredor dos quartos e, sempre que podes, entras no quarto do tio K. para ver se ele está. Quando entras – qual espertalhona! – empoleiras-te aos pés da cama dele para ver se ele está a dormir (o que se deve ao facto de, quando começaste a ficar mais com a avó M., o tio K. estar de férias e, regra geral, a dormir quando o ias ver).

O tio K. quer ensinar-te o “give me five” por isso não deve faltar muito a divertires-nos e a ti mesma com essa proeza também.

Enfim… Resumindo e concluindo, entramos com saudades tuas e saímos pais ainda mais babados e inchados com tantas coisas novas que a avó M. ensina ou ajuda a consolidar! Boa filha! Estás LINDA!

Um comentário:

Tio K disse...

Atenção que o Tio K agora é um jovem trabalhador.

Trabalho arduamente e com afinco.