quarta-feira, 16 de julho de 2008

Colinho

Ainda não tinha acontecido. Porém, no espaço de uma semana, esticaste os bracinhos a “pedir colinho” pela primeira vez: uma vez à mamã, outra vez ao papá.

À mãe foi no fds, em Leiria. Acordaste num quarto que não é o teu, assustaste-te e choraste muito. Corremos os dois. O pai chegou primeiro, pegou-te. Continuaste a chorar, até porque estavas enervada. Seria de esperar que demorasses ainda um bocadinho a acalmar. Chegou a mãe e, quando me viste, esticaste os braços e inclinaste o corpo na minha direcção. Peguei-te, abracei-te, começaste a acalmar.

Ao pai foi ontem e, até calhou bem… Porquê? Porque foi um miminho extra ao pai, que esteve doente e ficou todo contente. Estavas a brincar, sentada no chão no meio da bonecada. Caíste para a frente. Então o pai pegou-te para te endireitar. Quando te sentou de novo, começaste a choramingar e a olhar para ele. Não percebemos de imediato. Continuaste e esticaste os bracinhos na sua direcção. O pai pegou-te e calaste-te, encostando a tua carinha à dele, toda “mimocas”.

Enfim, palavras para quê...

3 comentários:

Joaninha disse...

O passo a seguir é ensinar a fazer mnham mnham mnham mnham quando come...é tão fofinho!

Moi disse...

Verdade seja dita, QUEM NÃO GOSTA DE COLINHO E DE MIMINHO???Não é???
Margarida tu é que sabes! Vou começar a fazer o mesmo a ver se resulta...eheheheheheh
Beijinhus amigos...adoro acompanhar a tua evolução! Um dia destes vou fazer-te uma visita!

Filipa Ricardo & Margarida disse...

E eu estou desejosa de te conhecer tia R.!!!! Muitos beijinhos!!!